25.5.09


1 comentário:

paus disse...

Trazem-me sempre à memória a história do "Papá das Pernas Altas"!

Textura de superfície lunar! Suave, como um amanhecer, mas necessário e vital, como ele!

Abraço e sempre saudades!